IMPRENSA

Press Releases

Eneva é vencedora do Prêmio Brasil Ambiental

A Eneva é vencedora do Prêmio Brasil Ambiental 2017, realizado pela Câmara de Comércio Americana do Rio (Amcham Rio), nesta quinta-feira, dia 30/11. A companhia foi premiada pelo Projeto de Realocação Vila Canaã, na categoria Responsabilidade Socioambiental. Criado em 2005, o Prêmio Brasil Ambiental tem por objetivo reconhecer e incentivar ações de sustentabilidade do setor empresarial.

Eneva compra campo terrestre de Azulão, na Bacia do Amazonas

A Eneva assinou, na última quarta-feira (22/11), acordo com a Petrobras para aquisição de 100% dos direitos e obrigações para exploração e produção de hidrocarbonetos do Campo de Azulão, localizado na Bacia do Amazonas, no estado do Amazonas.

Eneva recebe Ministro de Minas e Energia no Complexo Parnaíba

A Eneva recebeu, na última segunda-feira (20/11), a visita do ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, e do vice-governador do Maranhão, Carlos Brandão, em sua operação no Complexo Parnaíba, em Santo Antônio dos Lopes, interior do Maranhão. O ministro foi acompanhado dos secretários de Estado Márcio Felix, Eduardo Azevedo, e Fábio Lopes, para conhecer o modelo integrado de negócios da Eneva, centrado no Reservoir-to-Wire, geração de energia a partir do gás natural produzido nas proximidades das usinas termelétricas.

Eneva lucra R$ 57 milhões no 3º trimestre de 2017

 
A Eneva registrou lucro líquido ajustado de R$ 57 milhões no terceiro trimestre de 2017, ante prejuízo de R$ 16,7 milhões registrados em igual período do ano passado. Este é o melhor resultado já apresentado pela empresa sob a ótica trimestral, reflexo de sólida gestão financeira implementada pela companhia no último ano, com foco na alocação correta de capital e redução do endividamento, e na busca pela melhoria contínua na operação dos ativos, com redução de custos.

Eneva tem EBITDA recorrente ajustado de R$ 216 milhões no segundo trimestre

A Eneva registrou EBITDA recorrente ajustado (Lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) de R$ 216 milhões no segundo trimestre do ano, queda de 4% em relação a igual período de 2016, quando somou R$ 225,5 milhões. O resultado da companhia no segundo trimestre foi impactado pela redução no nível de despacho, comportamento observado principalmente no subsistema Norte, onde estão alocados mais de 80% da capacidade de geração da Eneva.

11 maio PDF 88 KB

ENEVA tem EBITDA de R$ 257 milhões no 1º trimestre de 2017


A ENEVA registrou EBITDA recorrente ajustado (Lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) de R$ 257 milhões no primeiro trimestre do ano, aumento de 26% em relação a igual período de 2016, quando somou R$ 203 milhões. O resultado foi positivamente impactado pela receita fixa da termelétrica Parnaíba II, e por reduções nos custos operacionais no segmento de carvão.

ENEVA registra EBITDA recorde de R$ 1,2 em 2016

 
A ENEVA registrou Receita Líquida de R$ 2,16 bilhões em 2016, aumento de 16% em relação aos R$ 1,86 bilhão apurados no ano de 2015. A melhora no resultado pode ser atribuída ao início da operação comercial de Parnaíba II, à capacidade plena do Complexo Parnaíba, e à conclusão da integração com a Parnaíba Gás Natural.

ENEVA registra resultado recorde de EBITDA e geração de caixa.


​A ENEVA registrou Receita Líquida de R$ 671 milhões no terceiro trimestre de 2016, aumento de 26% em relação aos R$ 532 milhões apurados em igual período do ano passado.

ENEVA conclui acordo com acionistas da Parnaíba Gás Natural.


A ENEVA comunica ao mercado, nesta segunda-feira (3/10), a conclusão do aumento de capital, que torna a Parnaíba Gás Natural (PGN) sua subsidiária integral. A conclusão da operação, que teve início em março, posiciona a ENEVA como uma empresa integrada de energia no Brasil, consolidando a capacidade de geração da ENEVA com a expertise de exploração e produção de óleo e gás da PGN.