Eneva tem EBITDA recorrente ajustado de R$ 216 milhões no segundo trimestre

A Eneva registrou EBITDA recorrente ajustado (Lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) de R$ 216 milhões no segundo trimestre do ano, queda de 4% em relação a igual período de 2016, quando somou R$ 225,5 milhões. O resultado da companhia no segundo trimestre foi impactado pela redução no nível de despacho, comportamento observado principalmente no subsistema Norte, onde estão alocados mais de 80% da capacidade de geração da Eneva.